Home/Vacinas/Vacina Tríplice Viral

Vacina Tríplice Viral

Agendar agora Ver preços

O que previne

A vacina a Tríplice Viral protege contra Sarampo, Caxumba e Rubéola.

Para ser condisiderada protegida, todo indivíduo dever ter tomado duas doses na vida, com intervalo mínimo de um mês, independentemente da idade.

Agendar

Trata-se de vacina atenuada, contendo vírus vivos “enfraquecidos” do sarampo, da rubéola e da caxumba; aminoácidos; albumina humana; sulfato de neomicina; sorbitol e gelatina. Contém também traços de proteína do ovo de galinha usado no processo de fabricação da vacina.

  • As reações locais acometem menos de 0,1% dos vacinados e incluem: ardência, vermelhidão, dor e formação de nódulo.
  • Febre alta (maior que 39,5⁰C), que surge de cinco a 12 dias após a vacinação, com um a cinco dias de duração, pode ocorrer em 5% a 15% dos vacinados. Algumas crianças podem apresentar convulsão febril, sem consequências graves. Em 0,5% a 4% dos vacinados também pode ocorrer dor de cabeça, irritabilidade, febre baixa, lacrimejamento e vermelhidão dos olhos e coriza cinco a 12 dias após a vacinação. Manchas vermelhas no corpo, sete a 14 dias após a vacinação, com permanência em torno de dois dias, surgem em 5% dos vacinados. Gânglios inchados aparecem em menos de 1% dos vacinados a partir de sete a 21 dias de vacinado. Todos estes sintomas gerais ocorrem principalmente após a primeira dose da vacina.
  • Inflamação das meninges (meningite), em geral benigna, pode ocorrer entre o 11º e o 32º dia após a vacinação. Inflamação do cérebro (encefalite) pode surgir entre 15 a 30 dias após a vacinação em um a cada 1 milhão a 2,5 milhões de vacinados com a primeira dose.
  • A associação da vacina com autismo foi totalmente descartada.
  • Manifestações hemorrágicas (púrpura trombocitopênica) foi descrita na proporção de um caso para 30 mil a 40 mil vacinados, com evolução benigna entre 12 a 25 dias após a vacinação. Contudo, essa ocorrência contraindica outras doses da vacina tríplice viral.
  • Dor articular ou artrite surge em 25% das mulheres após a puberdade, de um a 21 dias depois da vacinação. Essa reação é transitória, benigna e não contraindica outras doses da vacina.
  • Inflamação das glândulas parótidas ocorre em 0,7% a 2% dos vacinados, de dez a 21 dias após a vacinação.
  • A anafilaxia é muito rara e ocorre quase sempre nos primeiros 30 minutos depois de administrada a vacina. Nesse caso, contraindicam-se doses subsequentes.

Subcutânea.

Quem precisa vacinar?

(fonte: Sociedade Brasileira de Imunizações. Em: Vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) – SCR. Acesso em: 13 de Setembro 2018.)

Crianças a partir de 12 meses de idade

Na rotina do Programa Nacional de Imunizações (PNI) para a vacinação infantil, a primeira dose desta vacina é aplicada aos 12 meses de idade; e aos 15 meses (quando é utilizada a vacina combinada à vacina varicela [quádrupla viral: SCR-V]).

Atenção!

Em caso de febre igual ou superior a 37.8°C nas últimas 48h, a vacinação deverá ser adiada. Em caso de dúvidas entre em contato conosco.

Nossos fornecedores de vacinas

Logo de fornecedor 1
 logo de fornecedor 2
Logo de fornecedor 3
Logo de fornecedor 4

Parceiros

Logo Lamina
 logo Lavoisier
Logo Delboni Auriemo

Baixe nosso app

Imagem do celular android com app Beep Saúde

No celular Android

Imagem do celular iphone com app Beep Saúde

No celular iPhone

Quer ficar por dentro das novidades da Beep Saúde? Assine nossa newsletter.

Tabela de preços